Segredos do ofício em tecnologia educacional

29/07/2005 § 16 Comentários

Entrevista – Cláudia Frederico é parte do trio que move a Teiaoito Tecnologia Educacional. A empresa paulistana desenvolve projetos de educação e tecnologia para clientes como Senac-SP, Senai-SP e diversas outras instituições. Conversamos um pouco com Cláudia para saber os segredos do ofício em tecnologia educacional.

teiaoito.jpg

Teiaoito: Rosemary Soffner, Paulo Candido e Claudia Frederico, da esquerda para a direita (Crédito: Divulgação)


A Teiaoito possui casos voltados para as áreas de EAD, software, jogos e consultoria. A seu ver, a relação da educação com a internet está presente hoje em todas essas áreas de ensino e, talvez, até mesmo em outras mais tradicionais?

O uso do computador está cada vez mais presente e é claro que isso influencia o uso na educação. Cresce a importância da inclusão digital, pois o acesso às informações passa a ser extremamente importante para todos. Especificamente na educação, é possível criar novas alternativas, atingir públicos em diferentes regiões, reduzir custos, facilitar o contato das diferentes culturas regionais. Essas possibilidades podem ser usadas não só na educação básica como em treinamentos, cursos profissionalizantes etc.


Entre os produtos já desenvolvidos pela Teiaoito, há aqueles dirigidos para adultos e outros para crianças. Produzir um projeto de tecnologia educacional precisa de elementos determinados, seja qual for o público?

O uso de recursos depende não só da faixa etária como da proposta. É possível usar de maneira equilibrada animação, música, filme etc; da mesma forma que é possível criar um projeto baseado totalmente em texto e ser interessante e estimulante. Isso depende da definição dos objetivos educacionais a serem alcançados, das limitações técnicas envolvidas e do escopo do projeto. É claro que um ponto muito importante é a interatividade pois essa é a grande possibilidade que o computador e a internet trazem e que muitas vezes é deixada de lado. Daí a necessidade de equipes multidisciplinares para desenvolver essas soluções, o que pode levar a um melhor aproveitamento do meio pelos alunos, seja através de jogos, simulações ou outras atividades.


Uma das preocupações do projeto Yahoo! Busca Educação é com a busca na internet. O fato de utilizar a internet cotidianamente tem tornado os alunos mais prontos para projetos de tecnologia educacional?

Só o fato de utilizar a internet no cotidiano não é garantia nenhuma nem de abertura, nem de percepção das possibilidades que existem para a educação. Depende de como você usa, de que tipo de informação procura, de como está lidando com a internet. Por exemplo, podemos pensar que de uma maneira geral a leitura é muito boa para o desenvolvimento. Mas e se a pessoa só procura textos repetitivos, simplistas, que não tragam nenhum desafio, apenas para “passar o tempo”, será que essa pessoa está de fato aproveitando o que poderia? Com a internet é a mesm coisa: tanto pode ser usada para ampliar os horizontes, ver o que está acontecendo em vários cantos do mundo, trocar idéias e experiências; quanto pode ser usada como consulta sistemática, pontual, como um instrumento qualquer de trabalho, desprovido de interesse ou crítica a respeito. Existe uma reclamação muito grande sobre a facilidade de “copiar textos da internet” em trabalhos de escolas e faculdades, por outro lado, existem iniciativas educacionais sérias que se baseiam em buscas na internet, como o Webquest, criado por Bernie Dodge, professor da Universidade da Califórnia.

splash_sherlock_p.jpg

Um dos projetos da Teiaoito para o Senac-SP (Crédito: Reprodução).

E você, educador? Quais os seus segredos profissionais? Conte-nos sua experiência comentando essa entrevista.

Anúncios

§ 16 Respostas para Segredos do ofício em tecnologia educacional

  • Daiana Assis disse:

    Boa dia !!!!!
    Desejo saber se neste momento está havendo alguma oficina de elaboração de Blog, pois tenho vontade de aprender a desenvolver está atividae

  • Daiana Assis disse:

    Boa dia !!!!!
    Desejo saber se neste momento está havendo alguma oficina de elaboração de Blog, pois tenho vontade de aprender a desenvolver está atividae

  • mayra disse:

    É muito interessante deviam faser isso mais vezes! gostaria de ler mais sobre vocês. Além de tudo, são educadores e isso vale muito hoje em dia.

  • Priscila P. dos Santos disse:

    Olá, gostaria de obter informações de nutrição gratuitas. Sou da região Sul/SP.

  • Edson Gomes disse:

    Necessitamos de informações sobre EAD em licenciatura para professores de 1-4 e 5 a 8 do ensino fundamental, principalmente em escolas superiores da grande São Paulo.

  • Isabel Cristina disse:

    Gostaria de saber sobre cursos gratuitos na internet.
    De preferencia de matematica de 1 a 4 série.
    Obrigada

  • Jacqueline disse:

    Gostaria de receber informações sobre cursos gratuitos na área da educação e concursos públicos.
    Obrigada!

  • elizabeth disse:

    sou de uberlândia, mg e acho interessante misturar atividades de inglês com oficinas de tecnologia nas séries iniciais

  • Alizandra Cândido disse:

    Olá, gostaria de receber um programa para simular eleições aqui na minha escola, pois estou trabalhando este projeto. Agradeço desde já.
    Alizandra Cândido.

  • Amanda Rodrigues de Almeida disse:

    Estou aqui para parabenizar, adorei o site, sou de sp…

  • Renan disse:

    gostaria de receber informações quanto a cursos gratuitos!!!!
    obrigado…

  • Iris Fernandes Bezerra disse:

    Sou Professora de Ciências formada em Biologia. Gostaria de receber de algum profissional na área da Educação algum exemplo de projeto, aulas práticas e exercidos para aplicar para os meus alunos do Ensino Fundamental. Alguma coisa para que eles participam mais nas aulas de Ciência. Gosto de fazer práticas com eles, gosto de ter bastante criatividade, eu trabalho há 21 anos nessa escola e a minha criatividade já se esgotou então eu gostaria de coisas novas por que não gosto de repetir trabalhos. Agradeço qualquer sugestão.

  • Rodrigo disse:

    Gostaria de ver mais dicas de Português

  • Carolina Alves disse:

    Bom Tarde!
    Gostaria de dicas de cursos a distância para a área de contabilidade.

  • Lina Gonçalves disse:

    Sou Professora no sitema EAD/UNITINS e creio que o maior segredo, se é que eles existem,está relacionado à tomada de consciência, por parte dos graduandos a distância, dos próprios processos e estados cognitivos,pois assim se maximiza os resultados. Por isso, a proposta de um curso a distância deve ser de estimular o pensar crítico do aprendiz sobre o seu próprio processo de aprendizagem.
    Na maioria dos casos, no sistema EAD UNITINS os alunos são adultos, trabalhadores e estão em busca de conhecimentos que venham completar suas próprias experiências, então tomam a decisão de aprender algo que seja importante para sua vida e trabalho, isso potencializa seu papel ativo no processo de sua aprendizagem, portanto mais participativo na comunidade. Isso se constitui, a meu ver, em vantagens dos nossos cursos de Graduação a distância. Estes alunos adultos se comprometem, pois “sentem na pele” a necessidade de aprender, seja para melhorar no campo de trabalho, seja para sua satisfação pessoal.
    Cabe, portanto, a nós, professores a distância, a árdua tarefa de preparar teleaulas, aulas interativas, testes para auto-avaliação, materiais complementares, que, sem fugir ao rigor acadêmico, resgatem toda a diversidade, e, ao serem desenvolvidos na tutoria e, especialmente, nos momentos de auto estudo, possam se constituir em situações de real aprendizagem para estes alunos.

  • Lina Gonçalves disse:

    Sou Professora no sitema EAD/UNITINS e creio que o maior segredo, se é que eles existem,está relacionado à tomada de consciência, por parte dos graduandos a distância, dos próprios processos e estados cognitivos,pois assim se maximiza os resultados. Por isso, a proposta de um curso a distância deve ser de estimular o pensar crítico do aprendiz sobre o seu próprio processo de aprendizagem.
    Na maioria dos casos, no sistema EAD UNITINS os alunos são adultos, trabalhadores e estão em busca de conhecimentos que venham completar suas próprias experiências, então tomam a decisão de aprender algo que seja importante para sua vida e trabalho, isso potencializa seu papel ativo no processo de sua aprendizagem, portanto mais participativo na comunidade. Isso se constitui, a meu ver, em vantagens dos nossos cursos de Graduação a distância. Estes alunos adultos se comprometem, pois “sentem na pele” a necessidade de aprender, seja para melhorar no campo de trabalho, seja para sua satisfação pessoal.
    Cabe, portanto, a nós, professores a distância, a árdua tarefa de preparar teleaulas, aulas interativas, testes para auto-avaliação, materiais complementares, que, sem fugir ao rigor acadêmico, resgatem toda a diversidade, e, ao serem desenvolvidos na tutoria e, especialmente, nos momentos de auto estudo, possam se constituir em situações de real aprendizagem para estes alunos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Segredos do ofício em tecnologia educacional no Pesquisa Educação.

Meta

%d blogueiros gostam disto: