Como escolher um curso de EAD

16/03/2006 § 21 Comentários

regina.JPG

Regina Ribeiro, coordenadora de EAD do Senac dá as dicas para escolher um bom curso. (Crédito: Divulgação)

Entrevista – Com a notícia do lançamento de um curso de graduação na USP, muitos professores ficaram interessados na área de Educação a Distância (EAD). O site do MEC traz a lista de cursos de EAD reconhecidos no Brasil. Conversamos com Regina Helena Ribeiro, coordenadora do Núcleo de EAD do Senac São Paulo sobre como escolher um curso de EAD.


Você concorda que o crescimento da EAD no Brasil, incluindo a aprovação recente de um curso de graduação a distância na USP, irá fazer com que os profissionais de educação procurem cada vez mais cursos na área? Isso é uma boa notícia? Por que?
Sim. Porque as pessoas têm cada vez mais responsabilidades e necessidades de buscar conhecimentos, sejam eles adquiridos pela educação formal ou por cursos de curta duração. A USP e a FGV, instituições renomadas, ofertando cursos de EAD, levam ao mercado a informação de que esta modalidade está consolidada e deve ser uma das formas de se adquirir conhecimento, contribuindo com a educação presencial. Conforme dados divulgados, em 2005, pelo Anuário Brasileiro Estatístico de Educação a Aberta e a Distância, nos últimos cinco anos, este tipo de educação cresceu exponencialmente. Nos últimos três anos, a oferta de novos cursos mais do que triplicou. O Senac está entre as grandes instituições que ofertam cursos a distância e comprova o crescimento da procura na modalidade de EAD. Hoje ofertamos ao mercado cursos de curta duração a extensões universitárias, conforme divulgado no site http://www.sp.senac.br/ead . Lançamos mensalmente novos produtos e serviços para o varejo e projetos sobre medida para organizações.
Ao decidir procurar um curso de EAD, onde o profissional de educação deve buscar informações? O que deve buscar em um bom curso na área?
Em primeiro lugar, é importante buscar referências da instituição que oferta esse produto. Outra dica é conhecer e compreender a proposta pedagógica do curso, a equipe dos professores, como será realizada a tutoria, como se dará a interatividade, qual será a forma de avaliação, entre outras dúvidas que o aluno possa ter. Da mesma forma que a escolha no presencial deve ser bem analisada, na busca de cursos a distância a atenção deve ser redobrada. No site do Senac, por exemplo, informamos as características da EAD que poderão contribuir na hora da escolha de algum produto ofertado pelo mercado.
Caso um profissional de educação não esteja satisfeito com um curso de EAD escolhido, o que deve fazer?
Conversar diretamente com o tutor do curso e com a coordenação da área. Não deixar para o final do curso a avaliação. As dificuldades devem ser compartilhadas com o professor e coordenador a medida que forem ocorrendo. No final do curso, pouco se poderá fazer. O tempo investido não poderá ser recuperado e muitas vezes a devolução do valor investido não adiantará de nada. O mais importante, então, é estar atento à satisfação ao longo do processo de aprendizagem para que os ajustes necessários sejam realizados no decorrer das atividades.

Anúncios

§ 21 Respostas para Como escolher um curso de EAD

  • Ivanez Miranda disse:

    Fico muito feliz em saber que estes cursos ja estão a nossa dispozição. gostaria de estar me imformando sobra mais alguns assuntos. tipo quanto ao tempo de duração a caarga horaria e algo mais. se alguem puder me ajudar desde já fico muito grato. obrigado e um grande abraço;

  • SIMONE SANTOS disse:

    Fico muito contente em saber que os cursos a distância estão sendo valorizados, pois nem todos
    têm disponibilidade de horário para frequentar regularmente uma faculdade presencial.
    Eu estou cursando NORMAL SUPERIOR a distância na UNOPAR, e estou adorando.

  • Ana Pierina disse:

    Olá! Creio que fui aluna de um dos primeiros cursos de EAD no Brasil, ao menos um dos primeiros amplamente divulgados. Fiz Normal Superior pela UEPG e afirmo categoricamente que foi um excelente curso, aliás, a sensação é de que estávamos num curso presencial, tendo em vista que as aulas eram diárias (4 horas por dia) e até em alguns sábados por mês. Minha formação foi muito boa, tinhámos apoio no que era necessário, uma excelente tutoria, enfim, um curso do qual não me arrependo. Claro, pretendo continuar minha formação e até agora, já diz dois cursos de especialização. Porém, tenho uma dúvida e talvez alguém possa me ajudar em relação a isto: Minha próxima meta é o Mestrado, mas na própria especialização, ouvi de uma professora que, quem tem a licenciatura do Normal Superior não é aceito para o Mestrado (ao menos na UFPR), isso é verdade? Porque?

  • Edna Vaz disse:

    Acredito que um curso a distância deve ser muito interessante e o aluno muito disciplinado para acompanhá-lo. Além do mais, os cursos a distância favorecem alunos que realmente não tem disposição de tempo para os cursos presenciais, apesar de NADA substituir um bom professor.

  • Ilza disse:

    Fiz meu curso de graduação à distância.Foi a melhor coisa que pode acontecer para aquelas pessoas que não tem tempo para frequentar aulas presenciais e o aprendizado é maravilhoso.A pessoa estuda muito mais do que num curso presencial.Pretendo fazer outros cursos à distância: pós e mestrado.

  • Carlos Eduardo disse:

    Tenho algumas observações a fazer sobre o e-learning no Brasil:
    O e-learning vai dar muito certo nos próximos anos sim, mas menos pela motivação dos alunos e mais pelo interesse das empresas em economizar custos com treinamento, pois um curso via web representa uma economia enorme em locação de salas, professores, viagens, acomodações etc.
    O perfil médio do estudante brasileiro não é muito autodidata. Por aqui, entende-se que só se aprende quando se está dentro de uma sala de aula. Para muitos, estudar pela Internet assemelha-se a um curso por correspondência com uma maquiagem moderna. Seria interessante não apenas promover o e-learning, mas explicar como funciona um processo de tutoria, uma academia virtual etc.
    Talvez um perigo tão grande como subestimar o e-learning seria SUPERESTIMÁ-LO. Há ainda muito a ser feito, as metodologias existentes ainda estão pouco consistentes e a oferta de treinamentos na área ainda é pouca. Estamos aprendendo com os erros, por assim dizer.
    Segue abaixo um link para uma das maiores universidades virtuais da web. Vale a pena conferir:
    http://www.open.ac.uk

  • Cleunisse Patel dos Santos disse:

    Boa tarde gostaria de saber se so há cursos superiores para professores, é que eu gostaria de fazer um curso relacionado com admonistração de Empresas ou Economia, tem alguma sugestão?
    Agradeço a vossa atenção.
    Clenisse Patel dos Santos

  • Márcia Correia disse:

    Estou interessada em cursos preparatórios para concursos na área jurídica, mas não tenho tempo de frequentá-los por ter 2 filhos pequenos. Ao ler sobre o ensino à distância, gostei da idéia.
    Como posso obter informações sobre escolas que ministram esses cursos?

  • Fernandes disse:

    Gostaria de saber as Instituições,no Rio,que ofertam gratuitamente e a distância, o curso de ciências contábeis ou Mestrado em Educação Matemática?

  • CREUZA F.RODRIGUES disse:

    Gostei de saber que os cursos à distãncia estão aumentando e facilitando a vida de muitos,e, como eu estou interessada em fazer uma complem.em Química no EAD,preciso de inform.sobre a UNIUBE.Vocês podem me ajudar? É uma fac.legal pelo MEC? A UNIUBE têm gde oferta de cursos no Vale do Aço e aí,em que o pessoal do EAD e do MEC pode nos informar,ou seja,nos orientar?

  • CREUZA F.RODRIGUES disse:

    Eu fico muito feliz, com o trabalho que o EAD vem desempenhando em várias cidades do Brasil.Moro em Ipatinga,concluí Lic.Plena em Ciên.biológicas em Machado no Sul de Minas,onde andei km e mais km até sem condiçôes,mas conseguí.Agora temos o EAD,com a capacidade que tem,com uma equipe preparada e capacitada para ajudar aqueles que querem vencer,superar limites,ultrapassar barreiras e realizar sonhos.É maravilhoso o que está acontecendo com a educação. Parabéns EAD!

  • Januária disse:

    Na linha dos comentários do Carlos Eduardo e observando o número de comentários recebidos pelo nosso blog quando tratamos de cursos de formação – especialmente os gratuitos – proponho que todos nós, educadores, pensemos na função da formação em nossa vida profissional. Com uma oferta tão grande – tanto virtual como presencialmente – cabe-nos refletir para que desejamos ser formados e em como também podemos nos formar a partir de nossas práticas cotodianas. Alguém quer “engrossar o caldo” desta reflexão?
    Januária Alves – Coord. de Conteúdo do YBE

  • MARCO ANTONIO LELI disse:

    ESTOU CURSANDO LICENCIATURA PLENA EM GEOGRAFIA 1º ANO TO GOSTANDO MUITO + PARA ISSO, TO TENDO MUITA DIFICULDADE PELA DISTÂNCIA MORO EM CALDAS NOVAS E ESTUDO EM MORRINHOS GO, GOSTARIA DE TER INFORMAÇÕES DO CURSO Á DISTANCIA PARA INFORMAR MINHA ESPOSA PARA QUE ELA POSSA TER MAIS FACILIDADES NOS ESTUDOS “AH! PARABÉNS EAD”.

  • Rosemeire disse:

    Gostaria de ser informada sobre as instituições no Paraná, São Paulo e Santa Catarina que oferecem mestrado à distância.

  • Lilian Munhoz disse:

    Realmente a Educação a Distância (EAD) tem tomado excelentes rumos. Eu trabalho no Instituto Monitor, escola pioneira em ensino a distância no Brasil, e fizemos a publicação de um Anuário Estatístico que revela o crescimento de 62% na EAD em 2005. Isso é muito bom e expande as oportunidades para quem quer estudar.
    Aproveito para apresentar o nosso BLOG: blog.instituto.com.br e o nosso site: http://www.institutomonitor.com.br

  • ana maria batista disse:

    estou cursando o primeiro periodo de letras/espanhol na unec; gostaria de saber a possibilidade de me transferir para uniube a distancia; ja que preciso trabalhar e nao estou tendo tempo.

  • Elisangela T. Rodrigues disse:

    Gostaria de saber quais instituições oferecem Mestrado em Educação, aqui no Nordeste, se possível no Rio Grande do Norte ou o mais próximo possível. Grata, Elisangela.

  • Sempre tive curiosidade, sobre a educção a distancia, sou formado em historia e filosofia, com educação presencial, mas gostaria muito de fazer um mestrado a distancia em educaçõa ou ciencias politicas, moro no ceara , sera q existe essa possibilidade aqui no nordeste?

  • Ivone disse:

    Gostaria de saber quais as instituições que oferecem Mestrado a distancia. Alguém pode me ajudar?
    Obrigada!!

  • Edna Rodrigues de Moura disse:

    Gostaria de saber quais as instituições que oferecem Mestrado em Educação a distancia. Alguém pode me ajudar?
    Obrigada
    Edna

  • Maria Lissandra Moraes disse:

    Faço o curso de graduação de Letras Espanhol pela EDUCON na FASARC em Porteirinha Minas Gerais, e devo confessar que estou encantada com o nível de conhecimento dos professores, com a qualidade das aulas, com os conhecimentos que tenho adquirido, e com a receptividade dos funcionários da FASARC. Enfim, acredito que o Brasil caminha para a educação do futuro que certamente será a Educação a Didstância.
    Parabéns EDUCON!!
    Parabéns FASARC!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Como escolher um curso de EAD no Pesquisa Educação.

Meta

%d blogueiros gostam disto: