Os desafios na formação de professores

29/03/2006 § 21 Comentários

marcelo-formacao-thumb.jpg

Marcelo C. Bueno, coordenador responsável pelo curso de formação. (Crédito: Divulgação)

Entrevista – A Escola Estilo de Aprender promove cursos de formação de professores em São Paulo. Coordenados por Marcelo Bueno, os cursos acontecem periodicamente com inscrições gratuitas e taxas apenas para material didático. Conversamos com o coordenador para saber um pouco mais sobre a experiência da Estilo de Aprender e os desafios na formação de professores.


Quais os maiores desafios nos cursos de formação de professores da Estilo de Aprender? Você acredita que os professores estão, no geral, bem preparados atualmente?
Encontramos inúmeros desafios em nosso Núcleo de Formação. A começar pelo fato de oferecermos um curso gratuito. O envolvimento e a relação dos participantes são outros: não há muita implicação, dedicação. Por isso, na menor dificuldade, os estudantes acabam por abandonar o curso. Nós seguimos adiante, sem medo de pedir leituras e escritas, sem receio de perguntar e fazer as exigências que devemos fazer. Os que ficam querem sempre continuar outros meses.
Outro desafio é transformar o espaço escolar de Educação Infantil e Ensino Fundamental em espaço de Formação de Professores. É muito interessante verificar a relação que as famílias da Escola estabelecem com esses outros estudantes. Ficam curiosos e, às vezes, encontro-os conversando.
Recebemos muitos professores na Escola para esses cursos. Professores que chegam a tomar mais de três conduções para estudar às 7h00 da manhã! Professores de escolas particulares, públicas, de ONGs, de creches e estudantes de educação. A nossa percepção é a de que há um interesse enorme dos professores em participar de cursos de formação. O que de longe não garante uma boa qualidade no trabalho. O que me preocupa de verdade é a formação daqueles que coordenam esses professores! Na minha opinião, os coordenadores pedagógicos e os diretores de escolas que já passaram por aqui não possuem uma boa formação para exercer a sua função.
No caso específico de tecnologia educacional, como os professores vêem o assunto? Há uma boa receptividade ao uso da tecnologia na educação? Você acha que os professores estão preparados para isso?
Os professores ainda encontram muita resistência para se relacionarem com o computador, por exemplo. Na Estilo de Aprender, o uso de e-mails é o meio que encontramos para nos comunicarmos sobre questões organizacionais, bem como textos, escritas sobre a rotina e outros contatos. O uso em sala de aula é mais difícil ainda. Não podemos negar a força da net para questões referentes à pesquisa. Procuro orientar os professores para que façam um bom uso desse meio de informação, diferenciando a coleta de informações da pesquisa propriamente dita.
Sinto que, aos poucos, professores e escolas acabarão se rendendo às maravilhas tecnológicas! O computador é a primeira delas.
O que deve fazer o professor que deseja melhorar sua formação? Quais os aprendizados (informática, filosofia, aprofundamento na sua matéria específica etc.) que seriam essenciais para um professor atualmente para interagir melhor com os alunos em sala de aula?
O que digo para os professores da minha Escola é que eles precisam mergulhar nas múltiplas possibilidades culturais que a nossa cidade e o nosso país oferecem! Cinema, teatro, música, leitura, são alguns itens essenciais para uma boa formação pessoal. É preciso também se utilizar de meios como o computador para fazer outros “mergulhos” também. A qualidade da experiência vivida é fundamental para sua multiplicação no meio em que vive. É muito gostoso escutar um professor em sala de aula contando sobre um filme que assistiu, a emoção de haver terminado algum livro ou sobre a arquitetura do centro de São Paulo, vista num entardecer de sábado! Além de encontrar e atribuir um valor formativo para essas vivências, o professor não pode deixar de ler, conversar com outros professores e escrever bastante.

Anúncios

§ 21 Respostas para Os desafios na formação de professores

  • Gabriela disse:

    Gostei muito da entrevista com o coordenador Marcelo Cunha Bueno. Conheço seu trabalho e gostaria de participar dos cursos que o Núcleo da escola Estilo de Aprender oferece. Sou professora e compartilho com ele a idéia de que falta muita formação para os gestores da educação – coordenadoras e diretoras.

  • Simone Esperanço Farias disse:

    Gostei muito desta entrevista com, o professor Marcelo, e gostaria de obter endereço e mais informaçoes do curso.

  • Tenho o prazer de conhecer o professor Marcelo. Sua competência é extraordinária, seus olhos liberam fagulhas de amor pelo que faz.
    Concordo com Marcelo quando diz sobre os coordenadores, quem está coordenando precisa ter direcionamento e excelente formação, e isto só se consegue com renovação constante, implicação com o aprender e sobretudo com amor pela profissão.

  • Tenho o prazer de conhecer o professor Marcelo. Sua competência é extraordinária, seus olhos liberam fagulhas de amor pelo que faz.
    Concordo com Marcelo quando diz sobre os coordenadores, quem está coordenando precisa ter direcionamento e excelente formação, e isto só se consegue com renovação constante, implicação com o aprender e sobretudo com amor pela profissão.

  • Tenho o prazer de conhecer o professor Marcelo. Sua competência é extraordinária, seus olhos liberam fagulhas de amor pelo que faz.
    Concordo com Marcelo quando diz sobre os coordenadores, quem está coordenando precisa ter direcionamento e excelente formação, e isto só se consegue com renovação constante, implicação com o aprender e sobretudo com amor pela profissão.

  • Giovana B. de Souza disse:

    Este Professor tem muito a ensinar mesmo.
    Tem muito conteúdo, e o melhor de tudo…
    “SABE ENSINAR”

  • Rivy disse:

    Muito objetiva a reportagem e com respostas muito claras. É ótimo ver uma instituição como a Estilo de Aprender abrir as portas para a formação de professores. Realmente é incrível ver como as pessoas ainda se relacionam com o papel de educador sem ter noção do alcance que têm na vida de um educando e como não valorizam algumas oportunidades que aparecem para que possam crescer mais. Mas não podemos deixar de investir no que acreditamos….mais pra frente vamos ver os frutos do nosso trabalho. Parabéns Marcelo, Cris, Gabriela e todos da equipe da Estilo de Aprender!!!
    Rivy – Terapeuta Ocupacional

  • clarice disse:

    Gostei muito das respostas dadas pelo coordenador Marcelo, fico encantada com o amor e carinho com que ele trata do assunto Educação. Acho que, para que a aprendizagem aconteça é preciso doação, amor e carinho como o cordenador Marcelo deixa transparecer em suas palavras.

  • Rebeca disse:

    Super Parabéns Marcelo!!!
    É muito bom acreditar que existam pessoas que tem o olhar voltado para vários âmbitos da educação e compartilho com você a necessidade de maior formação àqueles que coordenam os professores.

  • Emilia Ribeiro disse:

    Parabéns ao Prof. Marcelo, realmente é imprescindível que todos estejamos atentos a necessidade de formação tecnológica e o quanto os nossos educandos serão beneficiados com este recurso, principalmente focando o uso adequado da internet no sentido do que pode ser conquistado enquanto usuário, educando e cidadão.
    Gostaria de maiores dados (endereço,fone,e-mail e cursos oferecidos)deste espaço de aprimoramente.
    Desde já, agradeço o retorno.

  • Emilia Ribeiro disse:

    Parabéns ao Prof. Marcelo, realmente é imprescindível que todos estejamos atentos a necessidade de formação tecnológica e o quanto os nossos educandos serão beneficiados com este recurso, principalmente focando o uso adequado da internet no sentido do que pode ser conquistado enquanto usuário, educando e cidadão.
    Gostaria de maiores dados (endereço,fone,e-mail e cursos oferecidos)deste espaço de aprimoramente.
    Desde já, agradeço o retorno.

  • Marli Nejo disse:

    Achei muito boa a materia e gostaria de ter maiores informações, inclusive, o endereço da escola para o curso.Obrigada.

  • Wanda disse:

    Parabéns por mais esse maravilhoso trabalho! É de pessoas sensíveis como você, que gostam e acreditam no que fazem, que precisamos na área de educação. Tenho muito orgulho de você!!

  • Gisela disse:

    Parabéns Marcelo! É sempre reconfortante constatar, como professora sua que fui, da máxima de Marilena Chaui de que “…ser profesor é correr o risco da indeterminação, ou seja, poder inverter com o aluno o lugar de aprendiz!” Valeu a pena!

  • silvia de loreto disse:

    olá marcelo
    me interesso muito em participar desse curso.
    no momento estou fazendo docencia em gastronomia , e percebo muito a dificuldade dos docentes. todos com muitas graduações mas, falta aquele algo mais.
    obrigado
    silvia

  • silvia de loreto disse:

    olá marcelo
    me interesso muito em participar desse curso.
    no momento estou fazendo docencia em gastronomia , e percebo muito a dificuldade dos docentes. todos com muitas graduações mas, falta aquele algo mais.
    obrigado
    silvia

  • cristiane silva disse:

    os desafios são maiores quando trabalhamos em escolas distantes dos grandes centros, o que estes professores podem fazer para seu aperfeiçoamento diante de condições adversas como esta?devemos esperar pelos cursos oferecidos pelos governos?

  • Renata Aquino disse:

    Pessoal, temos um novo artigo com o Marcelo Bueno aqui no blog, chama-se “A Lição de Casa e o Professor”. Usem a busca do blog para encontrá-lo e enviar seus comentários.

  • Elenice Calza disse:

    ë muito bom saber que existem pessoas como vc, sempre em busca de melhoras para educaçao. Todos nós, educadores devemos correr incessantemente como vc, em busca do saber! Um abração.

  • Débora de Oliveira Dias disse:

    Achei muito interessante este artigo, apesar de nao atuar nesta area, no entanto na empresa em que trabalho desenvolvemos um projeto voltado a area social sem fins lucrativos que se destina as crianças da comunidade e gostaria de saber se mesmo nao sendo um profissional da area da educação se poderia participar destes cursos para poder trabalhar da forma correta com as crianças e ajudar na formação das mesmas.

  • Márcia Frota disse:

    Ola, Tb gostei muito da entrevista e do trabalho realizado pelo Marcelo. Gostaria de entrar em contato com vc Marcelo. Trabalho com formação de professores para o uso das tecnologias no município. Gostaria de trocar algumas ideias e de muita ajuda. Aguardo um contato seu.
    Obrigado!
    Márcia Frota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Os desafios na formação de professores no Pesquisa Educação.

Meta

%d blogueiros gostam disto: