Copa em literatura e língua portuguesa

26/06/2006 § 10 Comentários

copa2.jpg

A idéia de argumento e o trabalho com a Copa do Mundo. (Imagem: Sxc.hu)

Atividade sugerida – Confira a segunda atividade sugerida relacionada ao tema Copa do Mundo.

“O brasileiro não está preparado para ser “o maior do mundo” em coisa nenhuma. Ser “o maior do mundo” em qualquer coisa, mesmo em cuspe à distância, implica uma grave, pesada e sufocante responsabilidade”. (Nelson Rodrigues)

Esta atividade sugerida trata-se de desenvolver um texto argumentativo que afirme ou refute esta afirmação de Nelson Rodrigues. Lembre-se de ‘atualizar’ esta afirmação do autor trazendo-a para o contexto da Copa do Mundo 2006, em que iniciamos como um time ‘imbatível’ e logo no primeiro jogo contra a Croácia já nos vimos acometidos pelo sentimento de fracasso. Trabalhar esta ambigüidade em que vivemos mergulhados, expressa com grande força, particularmente no universo futebolítisco, será de grande valor pedagógico.


Note que a palavra argumento tem uma origem curiosa: vem do latim argumentum, que tem o tema argu, cujo sentido primeiro é fazer brilhar, iluminar. E a raiz é a mesma argênteo, argúcia, arguto.
Um texto argumentativo é o texto em que defendemos uma idéia, opinião ou ponto de vista, uma tese, procurando (por todos os meios) fazer com que nosso ouvinte/leitor aceite-a, creia nela. Num texto argumentativo, distinguem-se três componentes: a tese, os argumentos e as estratégias argumentativas.
Passos sugeridos
1 – Identifique e contextualize Nelson Rodrigues. Para isso, busque sites sobre Nelson Rodrigues e sua biografia, como esse.
2 – Leia e releia a afirmação do escritor e certifique-se de que seus alunos puderam compreendê-la em todos os seus possíveis sentidos.
3 – Divida a classe em dois grandes grupos [A e B] – Subdivida cada grande grupo em grupos menores.
4 – Aos subgrupos do Grupo A caberá a tarefa de desenvolver argumentos que confirmem a afirmação de Nelson Rodrigues
5 – Aos subgrupos do Grupo B caberá a tarefa de desenvolver argumentos que refutem a afirmação de Nelson Rodrigues.
6 – Se você é um professor de Língua Portuguesa, com certeza já ensinou aos seus alunos como se constroem textos argumentativos. De qualquer maneira, nunca é demais pesquisar em sites confiáveis e sugerir a seus alunos que façam o mesmo, divulgando e publicando a estrutura básica dos textos argumentativos. Dê uma olhada neste site da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em que você poderá encontrar as explicações fundamentais de como produzir e ensinar seus alunos a escreverem um texto argumentativo.
1 – Produza um debate envolvendo os dois grandes grupos.
2 – Consulte o Yahoo! Respostas (serviço de busca social do Yahoo! onde os próprios usuários perguntam e respondem qualquer tipo de assunto) e veja as opiniões dos usuários sobre a importância do Futebol no Brasil, em resposta à pergunta que lá está publicada: “Que benefícios a copa do mundo traz para o Brasil?”. Considere usá-las como argumento para seu texto ou prepare, com seu grupo, uma pergunta que possa ser publicada no Yahoo! Respostas como contribuição para o debate em questão.
Por Flávia Aidar, coordenadora pedagógica do Yahoo! Busca Educação

Anúncios

§ 10 Respostas para Copa em literatura e língua portuguesa

  • Renata Aquino disse:

    Olá professores! Confiram os links para as atividades
    http://br.buscaeducacao.yahoo.com/mt/archives/2006/06/futebol_arte_ou.html
    Atividade sugerida: Futebol arte ou artes e futebol
    http://br.buscaeducacao.yahoo.com/mt/archives/2006/06/copa_em_literat.html
    Atividade sugerida: Copa em literatura e língua portuguesa
    http://br.buscaeducacao.yahoo.com/mt/archives/2006/06/a_copa_do_mundo.html
    Atividade sugerida: A Copa do Mundo sob a lente da história

  • cristina disse:

    alguem tem livros em suporte digital sobre síndrome down???
    agradecia contactos, sou professora de ensino especial.
    lmlaranja@gmail.com

  • silvia evangelista disse:

    O incentivo a leitura deveria vir acoplado à prática de qualquer pessoa que se diz educadora ; senão que sentido tem ser educador? Participar é bom mas o mérito virá quando este país for mais justo e culto; então os frutos serão colhidos.

  • ana disse:

    estou com dificuldades para trabalhar aquecimento global com minha segunda série do ensino fundamental um, gostaria de receber algumas idéias ou mesmo projetos nesse assunto. obrigada.

  • mariza disse:

    olá,
    gostaria de receber modelos de planos de aula para turma da 4ª série.
    obrigada.

  • mariza disse:

    olá,
    gostaria de receber modelos de planos de aula para turma da 4ª série.
    obrigada.

  • Kelli disse:

    Olá, trabalho com o maternal e gostaria saber alguma alguma atividade para ser trabalhada no dia dos pais.
    Obrigada

  • Gislane dos Santos Vaz disse:

    Gostaria de saber mais sobre pós-graduação a distância

  • Eliene Sandra de Mello disse:

    É desestimulante observar o descaso que vem tendo a educação no país, principalmente em Alagoas onde o analfabetismo chega a ser altíssimo. Mas ainda com tantas dificuldades os professores de Alagoas, conseguem informar seus alunos mesmo que tenham que usar recursos próprios. Na escola onde trabalho tudo está sucateado. As cobranças são enormes apesar de não dar a mínima condição ao professor de desempenhar suas atividades. O professor em Alagoas não pode ficar doente, porque não aceita atestado médico. SE pedir licença médica de 30 dias tem que repor, ou é penalizado, com desconto em seu salário. Se sair da sala de aula para fazer cursos de formação continuada, tem que repor, ou é descontado também no salário. A carência de profissionais na área é grande porque os concursados não são chamados para compor o quadro. Para economizar as custas dos professores o sistema contratam monitores, sem a mínima noção de didática, prejudicando assim o aprendizado. Nós professores, estamos trabalhando sobre sistema de escravidão. Não temos a quem recorrer e ficamos a mercê da sorte.

  • Eliene Sandra de Mello disse:

    É desestimulante observar o descaso que vem tendo a educação no país, principalmente em Alagoas onde o analfabetismo chega a ser altíssimo. Mas ainda com tantas dificuldades os professores de Alagoas, conseguem informar seus alunos mesmo que tenham que usar recursos próprios. Na escola onde trabalho tudo está sucateado. As cobranças são enormes apesar de não dar a mínima condição ao professor de desempenhar suas atividades. O professor em Alagoas não pode ficar doente, porque não aceita atestado médico. SE pedir licença médica de 30 dias tem que repor, ou é penalizado, com desconto em seu salário. Se sair da sala de aula para fazer cursos de formação continuada, tem que repor, ou é descontado também no salário. A carência de profissionais na área é grande porque os concursados não são chamados para compor o quadro. Para economizar as custas dos professores o sistema contratam monitores, sem a mínima noção de didática, prejudicando assim o aprendizado. Nós professores, estamos trabalhando sobre sistema de escravidão. Não temos a quem recorrer e ficamos a mercê da sorte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Copa em literatura e língua portuguesa no Pesquisa Educação.

Meta

%d blogueiros gostam disto: