Previsões para a aprendizagem em 2008

16/01/2008 § 7 Comentários

orangedrawer-732794.gif

Conte suas idéias para a educação em 2008 e junte-se a outros educadores. (Crédito: Learning Circuits)

Notícia – Uma pergunta muito importante pode ajudar educadores de todo o Brasil a se planejarem este ano. Quais as suas previsões para a aprendizagem em 2008? A pergunta original foi feita no Learning Circuits e reproduzida no Gutierrez/Su, no Blogosfera Marli e no Soprando.net. Veja as nossas previsões e deixe sua opinião também ou crie seu post.


Em 2008, teremos:
* A invasão dos microblogs na sala de aula. Já temos blogs de alunos e professores, o próximo posso é integrar esses espaço aos Twitters e semelhantes para postagem rápida e pontual.
* Fotos de celulares online – Já estão mais baratos e é cada vez mais comum ver celulares com câmera na mão dos brasileiros. Agora, ficará ainda mais fácil transferir as fotos dos celulares para publicar online. O Flickr, que permite publicar fotos por e-mail, é uma alternativa para quem quiser começar a brincar com mais essa possibilidade.
Para comentar suas previsões no seu blog, não esqueça de incluir o link do post original da Suzana Gutierrez e do Learning Circuits. Você deve também copiar a imagem The Big Question. Envie seu comentário ainda para o Soprando.net e para a o Blogosfera Marli.

Anúncios

§ 7 Respostas para Previsões para a aprendizagem em 2008

  • Suzana Gutierrez disse:

    Oi Renata
    Aos poucos as previsões vão ‘conversando’. As minhas férias (incrível, mas explicável) estão rendendo bons momentos de reflexão.
    Em relação às previsões, eu acho que o microblogging ainda vai necessitar um tempo de maturação em relação à aprendizagem e, ainda mais, à escola. Se bem que o pessoal já anda microblogando sem saber pelos scraps do Orkut.
    Falando nisso, escrevi um post enorme tentando articular os pensamentos sobre redes sociais e educação.
    Este teu post já está devidamente linkado lá no meu blog.
    abraços!
    Suzana Gutierrez
    http://www.gutierrez.pro.br/

  • Sérgio F. Lima disse:

    Olá Renata!
    Acho que antes dos microblogues como o hypado e inútil do twitter deveríamos introduzir listas de discussão em nossas salas… Com certeza serão mais úteis do que uma ferramenta que convida a não-reflexão e a superdosagem de informação!
    []’s

  • Vera Lucia da Silva disse:

    Sou professora de arte das séries iniciais ao ensino médio e gostaria de receber atividades inovadoras sobre a disciplina, principalmente para a primeira semana de aula. Grata!VERA

  • renata disse:

    Oi Suzana! Você tem razão, a invenção do microblogging é como a invenção da interatividade – já existia muito antes de virar famosa. Mas acho que teremos uma forma diferente de microblogging, espécies de “espaços de pensamento livre” tanto nos blogs quanto em outros espaços de alunos e professores. Talvez uma educação ainda mais questionadora e interativa com esses ‘espaços livres’. Não custa ter esperança não é?
    Note que as redes sociais trouxeram essa tendência mas acho que são diferentes dela. No Twitter ou qualquer outro espaço livre de pensamento a idéia é não aparecer ou se expressar de determinado modo em uma rede. Mas, apenas, expressar-se. Acho que isso seria bom.

  • renata disse:

    Oi Sergio! Pois é, as listas já são um instrumento usado por professores e alunos. Eu diria até mais alunos que professores, basta dar uma busca no Yahoo! Grupos.
    Mas não sei se a simultaneidade de ferramentas/espaços como o Twitter são tão pouco reflexivos como você diz. Numa lista também se tem longos textos, muitas vezes não lidos, e alguns pontos de vista interessantes.
    O hype é inevitável. O Twitter está na capa do caderno Folhateen da Folha de S. Paulo hoje. Mas acho que a essência do livre pensamento é útil sim.

  • Suzana Gutierrez disse:

    Sérgio e Renata
    Penso que sobre o Twitter precisamos esperar. Dar um tempo e ver como as pessoas se apropriam da coisa.
    Um exemplo: penso que o Orkut criou os testimonials para que as pessosas falassem umas sobre as outras ou fizessem depoimentos públicos em relação ao amigo.
    Porém, os usuários descobriram uma nova forma de usar o testemunho: para enviar informações que não desejam que sejam públicas. Por exemplo, para enviar o número de seu telefone para alguém: é só fazer o testemunho e pedir que a pessoa NÃO aceite.
    Esta é uma prática comum entre os meus alunos.
    O Twitter vai passar certamente por estas adaptações. Eu, por ex, estou usando e verificando que mais do que “o que eu estou fazendo” o que aparece é “o que está acontecendo”.
    abraços!

  • Débora disse:

    hoje em dia as professoras(o)não tem pasiensia de ensinar na nimha escola no Aureliano Leite em osasco na vila menck a professora de matemática chama agente de primario o nome dela e Cristiane

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Previsões para a aprendizagem em 2008 no Pesquisa Educação.

Meta

%d blogueiros gostam disto: