Universidades de Minho e Corunha recebem trabalhos até 30/4

02/03/2009 § 10 Comentários

Agenda – O X Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia recebe trabalhos até o dia 30 de abril de interessados em tecnologia educacional e assuntos relacionados. Promovido pela Universidade do Minho e pela Universidade de Corunha, o evento ocorrerá de 9 a 11 de setembro em Lisboa.


O evento recebe resumos de comunicações, simpósios e posters. O email para o envio de trabalhos é xgp@iep.uminho.pt. Os trabalhos constarão em CD, anexo ao livro contendo o programa e os resumos do Congresso. O congresso acontecerá no campus da Universidade do Minho em Braga, Portugal.
As áreas temáticas e coordenadores para trabalhos são:
Conflitos e Mediação Escolar
Coord.: Emílio Veiga Rio (CEFORE, Corunha)
Desenvolvimento Vocacional e Orientação para a Carreira
Coord.: Neves Arza Arza (Universidade da Corunha)
Formação de Professores e Agentes Educativos
Coord.: Laurinda Leite (Universidade do Minho)
Formação e Transição para o Mundo de Trabalho
Coord.: Susana Caires (Universidade do Minho)
Interacção Família-Escola-Comunidade
Coord.: Manuel García Fernandez (Universidade da Corunha)
Interculturalidade, Inclusão Social e Educação
Coord.:. Juan Jose Bueno Aguilar (Universidade da Corunha)
Metodologias de ensino-aprendizagem e desenvolvimento de competências básicas em educação
Coords.: Ana Maria Porto Rioboo e Rosa Santorum Paz (Universidade da Corunha)
Modelos e Práticas de Avaliação
Coord. Palmira Alves (Universidade do Minho)
Motivação, Aprendizagem e Intervenção Psico-Educativa
Coord. Leandro Almeida (Universidade do Minho)
Necessidades Educativas Especiais e Adaptações Curriculares
Coord. Miranda Correia (Universidade do Minho)
Políticas e Reformas do Ensino Superior
Coord. Carlos Estêvão (Universidade do Minho)
Tecnologias e Comunicação Educativa
Coord. Maria João Gomes (Universidade do Minho

Anúncios

§ 10 Respostas para Universidades de Minho e Corunha recebem trabalhos até 30/4

  • Fabiana disse:

    Sou professora efetiva de Língua Inglesa em uma escola pública. Sinto uma grande dificuldade nos meus alunos em apreder um novo idioma, em algumas investigaçãoes acadêmicas, cheguei a conclusão de que em sua grande maioria os problemas estão relacionados a deficiência que os mesmos possuem na própria língua materna, ‘decoram’ regras e esquecem da grande importância que a leitura tem em abrir caminhos e melhorar nossa visão de mundo. Acredito que quanto maior for otempo dedicado a leitura, mas aberta estará uma mente a novos e impresindíveis conhecimentos.
    Porém as instituições públicas as quais faço parte não investe na qualificação dos profissionais da educação.
    Hoje, aprovada em seleção de mestrado, me vejo perseguida e maltratada por pessoas que dizem entender de educação e dizem: para que fazer mestrado, ou não quero este tipo de coisa aqui na cidade(palavras de uma secretária da educação.
    Acreditem, no lugar onde trabalho sou a única e primeira professora a cursar mestrado e tudo indica que vou pedir exoneração porque as portas a cada dia se fecham mais e mais.
    Como podem dizer que educação é tudo se nas leis municipais proibem, pois não dão condições ao professor de se afastar em raão dos estudos. As leis dizem: licença sem remuneração e muitas vezes nem está licença consta.
    Desculpem o desabafo! Mas que mal faz querer fazer uma educação melhor?

  • maria miriam costa disse:

    sou fâ número um de projetos de leitura para crianças e gostaria de trocar experiências.

  • Isabel Cristina Fernandes disse:

    Gostaria de receber algumas dicas de cursos gratuitos no ABC na área de educação infantil, sou professora e sempre estou disposta a me atualizar, obrigada

  • elizandra da rosa disse:

    amei o site. sou professora de artes e gostaria que me mandassem mais sugestoes de aulas bjs

  • jacqueline disse:

    gostaria de saber sobre alfabetizaçao de adultos. sou de santo andre

  • Daiane disse:

    gostaria de receber algumas sugestões de brincadeiras educativas que possam ser feitas em sala de aula, obrigada.

  • Daiane disse:

    gostaria de receber algumas sugestões de brincadeiras educativas que possam ser feitas em sala de aula, obrigada.

  • Gilssara Sofiatti disse:

    Gostaria de saber mais sobre pós-graduação a distância

  • eliane pts disse:

    gostaria de receber sugestões de atividades para trabalhar com a segunda série e modelos de livrinhos que pode ser elaborado pelos alunos de segunda série.

  • dilza solange janota gotine maquenze disse:

    louvável a oportunidade que dao aos outros de aprender com as vossas accoes. o que é que preciso fazer pra que aceitem trocar experiencias com os psicopedagogos aqui formados?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Universidades de Minho e Corunha recebem trabalhos até 30/4 no Pesquisa Educação.

Meta

%d blogueiros gostam disto: