Publicação no Livro Aprendiz Legal da Fundação Roberto Marinho

17/01/2015 § Deixe um comentário

Recebi, da Fundação Roberto Marinho, cópia do livro Aprendiz Legal – Módulo Telemática. Na pag. 15 há um texto de minha autoria, “O Jogo da Carreira”. Veja o texto abaixo.

RIBEIRO, R. A. O jogo da carreira. Seção Comunicação e Telecomunicação. P. 15. In: FARACO, C. A. WALDHELM, M. GOMES, R. A. GUIMARÃES, D. SANCHES, M. WERNECK, E. Aprendiz Legal – Módulo Específico Telemática. 2013. Ed. Fund. Roberto Marinho. São Paulo. ISBN: 978-85-7484-590-8.
Disponível em:
http://pt.slideshare.net/renataaquino/aprendiz-legal-o-jogo-da-carreira-seo-comunicao-e-telecomunicao

O texto foi publicado ainda em:

RIBEIRO, R. A. O Jogo da Carreira. 14/12/2004. Universia. Disponível em:
http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2004/12/14/493306/ogo-da-carreira.html
ou
https://pesquisaeducacao.files.wordpress.com/2015/01/universia.pdf

RIBEIRO, R. A. O Jogo da Carreira. Administradores. 14/12/2004.
Disponível em:
http://www.administradores.com.br/noticias/negocios/o-jogo-da-carreira/2493/
ou
https://pesquisaeducacao.files.wordpress.com/2015/01/administradores.pdf.

O jogo da carreira

Treinamentos alternativos buscam estimular cada vez mais as habilidades que profissionais precisam aprender fora da escola. Balonismo, alpinismo, corrida de bicicletas e até caminhadas são investimentos para ensinar noções de trabalho em equipe e estrategismo.

Renata Aquino, Universiabrasil, 14 de dezembro de 2004 , às 9h43

Treinamentos alternativos buscam estimular cada vez mais as habilidades que profissionais precisam aprender fora da escola. Balonismo, alpinismo, corrida de bicicletas e até caminhadas são investimentos para ensinar noções de trabalho em equipe e estrategismo.

Um diretor de marketing, tranqüilo, pastoreia carneirinhos em um cenário verde. Enquanto isso, a diretora financeira mostra uma habilidade incrível ao fazer trotear um cavalo puro-sangue. Destemido, o diretor de tecnologia faz seus concorrentes comerem poeira pilotando um jipe em uma corrida off-road.

O que parece sair de um cenário de sonho é, na verdade, atividade corriqueira para muitas empresas no Brasil. Os treinamentos alternativos viraram moda e tanto executivos quanto profissionais iniciantes devem preparar-se para enfrentá-los. O que esses treinamentos buscam conseguir é o grande segredo da competitividade.

As habilidades interpessoais são estimuladas e apreciadas por especialistas em todo o mercado. O Universia procurou saber do que se trata o assunto e como conseguir se dar bem no jogo da carreira.

As armas do jogo

Armar-se para o jogo da carreira exige muita criatividade. Ao contrário do que muitos jovens profissionais imaginam ao começar a carreira, manter-se competitivo em um emprego não deve ser no estilo “cada um por si e Deus por todos”. Para sobreviver no dia-a-dia do trabalho, muita colaboração, alianças e jogo de cintura são necessários.

Nenhuma dessas habilidades, no entanto, é ensinada na escola. Conversar, negociar e chamar a atenção de um público são as habilidades interpessoais que todo profissional deve ter. Os especialistas concordam que esses diferenciais podem fazer com que as empresas obtenham aquele ingrediente mágico que faltava para fazer ainda mais sucesso.

Para Gerusa Mengarda, diretora da Gelre Recursos Humanos, “as competências comportamentais são tão importantes quanto às técnicas”. A especialista lembra que “habilidades como trabalhar em equipe, atuar sob pressão e lidar com situações adversas são hoje vantagens competitivas num profissional”.

“As relações interpessoais são importantes como mais uma competência que deve ser combinada a outras para vencer batalhas no mercado”, afirma o presidente da Catho, Thomas Case. “Imaginemos dois profissionais de qualificações idênticas, aquele que tiver melhor capacidade de relacionamento será o escolhido para o trabalho”, afirma ainda Case. “Os talentos intelectuais e pessoais devem se complementar em um profissional”.

Para Ulisses Zago, presidente da Genesis Consulting, o diferencial das habilidades interpessoais pode ser essencial. “Em vários casos, chegam a valer mais as habilidades interpessoais (trabalho em equipe, saber liderar, saber ouvir, ser pró-ativo e não reativo etc.) do que a formação acadêmica do profissional” diz Zago. “Imaginemos um excelente profissional formado em economia e com raciocínio analítico maravilhoso.

No entanto, essa pessoa é introvertida, ?dona da verdade?, idealista ao extremo e não interage bem com os colegas. No começo de sua carreira, ele pode vir a ser um maravilhoso economista, mas sempre trabalhará com operações da empresa e muito dificilmente participará das decisões estratégicas. Mesmo porque, para isso, o respeito dos colegas de trabalho é essencial”, completa o especialista.

Treino de estratégias de guerrilha

O parque de aventuras Base 84, em Itu-SP, é um dos exemplos de locais de treinamento empresarial alternativo. Reúne 13 modalidades esportivas e tem entre seus clientes Santander Banespa, Siemens, Comgás e HSM Group. Os pacotes são realizados em parceria com a empresa Saga Trek, especializada em treinamento empresarial.

Nas universidades, o treino das estratégias de guerrilha para a carreira ainda é um complemento pouco explorado do currículo escolar. “Realmente os treinamentos alternativos desenvolvem o senso de coletividade, nas universidades isso tende a ser desenvolvido nas iniciativas da compreensão de trabalho em equipe. Atividades desenvolvidas pelas empresas júniores também direcionam as atenções neste sentido.

Estudos bibliográficos sobre o tema corroboram para o desenvolvimento dessas estratégias”, afirma o coordenador do curso de Administração da Unisal, Flávio Rossi.

“Aprender habilidades interpessoais sempre é importante, tanto faz se você está em altos postos, ou se está na base da pirâmide, se você é jovem. A capacidade de aprender depende da humildade”, afirma Gilberto Guimarães, professor da FGV/SP e consultor do Grupo BPI. “A escola ensina a não errar, mas não ensina a arriscar acertar.

Não se encontra ninguém bem-sucedido que não tenha as habilidades essenciais: influenciar pessoas, controlar emoções, ter empatia, saber antecipar e descobrir o que já aconteceu e mudar o rumo do seu futuro, e sobretudo, a capacidade de escolher e optar, abrindo mão da perfeição. Isso é fundamental. Não importa em que momento o profissional aprenda, mas, quanto mais cedo, mais fácil será sua carreira”.

“O treinamento alternativo existe em diversos modos, desde livros a atividades”, diz o professor especializado em mercado de trabalho das Faculdades IBTA, Marcos Vonov. “Fizemos um treinamento em Brotas-SP, com passeios de bicicleta e rafting com intervalos para consultoria e reuniões para discutir estratégias, a idéia era discutir gestão empresarial, a vantagem foi que os profissionais discutiam mais ao natural, abertos, sem preocupação com a nomenclatura do cargo”. Além das empresas, diz o professor, “as próprias instituições de ensino já se preocupam com gestão de carreiras, o IBTA inclusive oferece 200 horas em média de um curso de 2000 horas para preparar o indivíduo a ser gestor”, conta Vonov.

Para escolher o treinamento correto, é preciso ter em mente um objetivo. “Os treinamentos são importantes quando aplicados objetivamente”, afirma João Pedro Caiado, presidente da empresa de headhunting HCO. “É preciso verificar o que deve ser desenvolvido para o trabalho e aplicar o treinamento direcionado.

Existem no mercado verdadeiras aberrações, como atravessarem brasas quentes descalços. Já aconteceu de executivos irem direto para o hospital com queimaduras nos pés.

Devemos ter em mente que podemos recusar certas imposições das empresas que oferecem situações extremas de risco. Existem muitos cursos que são aplicados sem o menor direcionamento, desenvolvendo habilidades que não são importantes para o foco da empresa”.

Anúncios

Marcado:, , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Publicação no Livro Aprendiz Legal da Fundação Roberto Marinho no Pesquisa Educação.

Meta

%d blogueiros gostam disto: